quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

10 dicas para conquistar uma mulher!

Confira 10 dicas que o ajudarão a conquistar a garota dos seus sonhos

Se observarmos o comportamento dos homens com as mulheres é fácil perceber que conquistar uma garota é desafiador e, algumas vezes, até mesmo intimidador. É comum ficarmos sem assunto ou não sabermos o que fazer para atrair a atenção de uma mulher.

Deixando de lado explicações complicadas ou processos longos para se criar atração, selecionei 10 dicas rápidas que o ajudarão a se destacar dos caras comuns durante a conquista.

1. Saiba se vestir

A conquista começa bem antes do primeiro “Oi”. Ao se vestir bem, antes mesmo de puxar assunto, a mulher já terá uma primeira impressão favorável sobre você. Como a maioria dos homens se veste muito mal, qualquer detalhe que você investir já o ajudará a se destacar dos outros. Deixe de lado preconceitos bestas, de que entender de moda ou estilo é apenas coisa de mulheres e aprenda como escolher e combinar roupas, cores e acessórios.

2. Seja sociável

Conversar com as pessoas com naturalidade é uma das habilidades que vai turbinar sua atratividade para as garotas. Você não precisa ser o sujeito mais popular ou extrovertido do lugar. Tudo o que você precisa é puxar assunto com as pessoas. Fazendo isso, quando você encontrar uma mulher atraente, não ficará sem assunto. Afinal, conversar com desconhecidos é algo natural e espontâneo para você.

3. Tenha amigas

As garotas te olham com outros olhos quando você está acompanhado de outras mulheres. Você se surpreenderia se descobrisse como as mulheres são competitivas entre elas. Por mais que a relação com suas amigas seja de fato somente amizade, as garotas vão olhar vocês juntos e imaginar que elas estão te dando mole. Quando isso acontecer, sua cotação no mercado da conquista irá às alturas!

4. Na dúvida, aborde

A não ser que você seja realmente muito bonito, com o tipo físico de um modelo, você precisará tomar a iniciativa da abordagem. Caras normais como eu – e provavelmente você também – não se podem dar ao luxo de ficar parado esperando a mulher mostrar algum sinal de interesse. Caras que fazem isso, provavelmente voltam para casa sozinhos mais vezes do que gostariam. É por isso que, ainda que ela não o tenha notado, sempre faça a abordagem. Você não tem nada a perder.

5. Observe a linguagem corporal

A linguagem corporal desempenha papel central na comunicação humana, especialmente na conquista. Durante uma abordagem as mulheres estão nos enviando vários sinais de interesse ou mesmo desinteresse. A percepção atenta destes sinais vão indicar o momento certo de avançar ou recuar. No artigo Linguagem corporal na sedução você entenderá um pouco melhor como tudo funciona e terá uma percepção mais apurada para diferenciar quando uma garota realmente está interessada em você ou se ela só quer encontrar algum bobo para bancar uns drinks para ela.

6. Saia de casa

Passar o final de semana em casa assistindo ao futebol não fará nenhuma garota cair no seu colo. Aproveite seus momentos de lazer para desligar a TV, sair do Facebook e sair de casa. Procure programas culturais ou atividades ao ar livre que você curte e que vão te permitir conhecer mulheres legais. E claro, de vez em quando sempre existe a opção de um bar ou balada com os amigos.

7. Faça ela rir

Todos já estamos carecas de saber, mas nunca é tarde para relembrar: mulheres curtem homens divertidos. Se um homem é capaz de fazer uma garota se divertir, ele ganha bônus na escala da atratividade. Mas cuidado para não passar do ponto. Se você se comportar como o palhação o tempo todo, mulher nenhuma irá te levar a sério. Encontre o equilíbrio e entenda que existem momentos para ser divertido e momentos para se ter pegada.

8. Não seja esforçado demais

Nós valorizamos aquilo que precisamos nos esforçar para conseguir. Se formos esforçados demais com a mulher, ela rapidamente perde o interesse. Imagine a seguinte situação: você conhece uma mulher e está completamente envolvido. No dia seguinte você manda flores, liga diversas vezes, escreve mensagens românticas. Não vai demorar muito para mulher ficar entediada e te dar o pé na bunda. Ainda que uma mulhe te diga que deseja o cara super romântico, fofinho e que faz tudo por ela, isso não é totalmente verdade. A mulher rapidamente cansa do cara que se comporta dessa forma o tempo todo.

9. Saiba conversar

Não deixe a conversa com a mulher parecer uma entrevista de emprego. Fuja das perguntas batidas que todo mundo faz o tempo todo: nome, idade, profissão, onde mora. Você pode até perguntar essas coisas durante a conversa, mas de forma leve, no meio da conversa. Dê uma olhada no artigo 5 dicas para iniciar conversa com uma mulher e veja algumas ideias para levar um papo bacana.

10. Aprenda a lidar com a rejeição

Eu queria ter a fórmula infalível para que você nunca fosse rejeitado. Infelizmente não tenho. Se você está solteiro, vez ou outra terá que lidar com um fora. O que você não pode deixar é que esse fora abale sua autoestima. Ser rejeitado não é o fim do mundo e nem significa que você fez algo de errado. Na verdade, grande parte dos motivos que podem levar à rejeição estão fora do nosso controle. Pode ser que ela já estivesse emocionalmente envolvida com outra pessoa ou não estivesse num bom momento quando você a abordou. Enfim, deixe pra lá e bola pra frente!

Destaque-se dos caras comuns
A maioria dos caras que vemos por aí não conseguem nem mesmo manter uma conversa interessante com as mulheres. Todos os dias escuto amigas reclamando disso. As queixas mais comuns são de que os homens não conversam direito, bebem demais ou tentam usar carros e presentes caros para impressioná-las. Se você seguir apenas algumas das dicas apresentadas aqui, já se destacará dos caras comuns.


Fonte: https://atitude.com/10-dicas-para-conquistar-uma-mulher/

 

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Vênus Motel te deseja uma ótima semana!


semana se inicia, e com ela um mundo de realizações!

Venha conhecer nossas lindas e confortáveis suítes com preços especiais.

Vênus Motel - Av. Sete de Setembro, 40 - Presidente Roosevelt, Uberlândia
(34) 3229-1819

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Saiba quais são as causas da hipertensão e as doenças associadas a ela.


Entre os principais causadores da doença estão o cigarro, o sedentarismo, a obesidade e o álcool. Atualmente, no Brasil, um em cada três adultos tem pressão arterial elevada.


Silenciosa, a hipertensão vai chegando aos poucos, sem que a pessoa perceba. Suas consequências, no entanto, são alarmantes. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a pressão alta é responsável por 45% dos ataques cardíacos e 51% dos acidentes vasculares cerebrais. E o número de hipertensos não para de crescer. Hoje, no Brasil, um em cada três brasileiros em idade adulta sofre com a pressão arterial elevada.

De acordo com pesquisa do Ministério da Saúde, o índice de pacientes com idade entre 18 e 24 anos é de 8% contra 50% para a faixa etária acima de 55 anos. O diagnóstico de hipertensão é maior em mulheres (25,5%), do que em homens (20,7%). Entre os principais causadores da doença estão o cigarro, o sedentarismo, a obesidade e o álcool. Previna-se!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

O que NÃO fazer no primeiro encontro!

Experts em sedução listam os principais erros que costumamos cometer diante de um novo pretendente.

 

 Diz o ditado que a primeira impressão é a que fica. Isso vale também para a paquera: um primeiro encontro íntimo e agradável ou desastroso pode separar uma relação de sucesso de um fracasso. Mas como impressionar o pretendente e, principalmente, não fazer bobagem?

Veja mais sobre conquista:
 

Não é preciso jogar no escuro: já existe treinamento para momentos como esse. Consultores de relacionamentos e autores do livro “Sedução Revelada”, recém-lançado pela Editora Thesaurus, Alexander Voger e Ares Bruno sugerem caminhos para uma relação bem-sucedida desde o primeiro encontro. Atração, conexão, conforto e confiança são os sentimentos que devem ser despertados, garantem os gurus da conquista. “Diminua a expectativa. Não considere que estão em um relacionamento até o terceiro ou quinto encontro”, recomenda Voger.

Não seja negativa nem fale como louca.
 
Um bom bate-papo é fundamental para que o encontro dure e a conexão entre os dois aconteça. E nada mais animador para o casal que descobrir gostos e estilos em comum. A dica principal para garantir isso é desviar de pontos de choque e investir nos assuntos agradáveis para ambos. “Se ele diz que gosta de uma banda que você detesta, disfarce e leve a conversa para o estilo musical em geral, em vez de cortar o diálogo com uma negativa”, explica Voger. Evitar conversar sobre doenças, brigas, problemas pessoais e financeiros também garante que um clima positivo marque o encontro. “Não aborde polêmicas, tragédias, política e religião”, completa o consultor.






Para a psicóloga Ana Canosa, terapeuta sexual e apresentadora do programa “S.O.S. Casamento”, do SBT, reclamar demais é, sem dúvida, o que mais afasta um pretendente. “Evite fazer-se de vítima. E falar muito, sem dar espaço para o outro se colocar, também afugenta”, diz.

Se o excesso de palavras atordoa, momentos de silêncio ou perguntas banais também geram desconforto quando as pessoas ainda não se conhecem bem. Para preencher esse espaço, a sugestão é criar diálogos divertidos, abordando atividades de lazer. Perguntas abertas evitam que a pessoa fuja de respostas secas como “sim” e “não”. Voger exemplifica: “Não pergunte se ele gosta de cinema, e sim qual o melhor ou mais engraçado filme que ele já assistiu”.

Não demonstre ansiedade nem seja blasé

 
Adotar um ar blasé não é o caminho para valorizar o passe. “A segurança, a autoconfiança, a generosidade e o bom humor são características sedutoras. A insegurança, a rigidez e o moralismo o tornam um porco espinho”, aponta o terapeuta Sergio Savian. Segundo Voger e Bruno, é importante existir confiança mútua no primeiro encontro, o que requer um tom mais pessoal e inclui mencionar sonhos, ambições e experiências – desde que não assuste o pretendente logo de cara com planos detalhados de casamento e filhos. “Embora seja importante sinalizar a vontade de comprometer-se com alguém, falar que está louca por um amor para chamar de seu pode afugentar aquele homem mais medroso”, diz Canosa.


Não fique distante e na defensiva
 
É preciso quebrar o gelo na comunicação não verbal também: descruze os braços, invista no contato visual, não altere demais o tom de voz e preste atenção no outro. “Falar ao telefone o tempo todo ou checar os e-mails no celular é ser, no mínimo, mal-educado”, diz Ana Canosa.
É natural que o contato físico comece de forma gradativa e um pouco desajeitada. “Os toques são rápidos, uma encostada de mão na perna no meio da conversa quando for enfatizar algo”, sugere Bruno. Mas cuidado: fazer um movimento brusco para dar ou receber um beijo pode gerar estranhamento. A recomendação é ir segurando as mãos do outro e continuar dialogando cada vez mais perto. Manter o olhar nos olhos e boca do parceiro gera segurança para uma aproximação.


Não tome a frente de tudo
 
Quando o romantismo e a independência da mulher entram em choque, é melhor não alongar a discussão. Para Ana, a mulher não deve tomar a frente de todo o encontro, escolhendo o restaurante, os pratos, chamando o garçom ou oferecendo-se para pagar toda a conta. Mas ser generosa é importante também. “Normalmente o homem tem a atitude de pagar, mas a mulher que espera que ele pague sempre não é legal”, diz Ares.


Não especule sobre a vida financeira 
 
“Qual é o modelo do seu carro? Como é a sua casa? O que eu pai faz?". Não insista nas perguntas que tentam traçar o tamanho do patrimônio do pretendente. Você corre o risco de deixá-lo desconfortável e ser considerada interesseira. Ares lembra, inclusive, que o dinheiro gasto no primeiro encontro não é proporcional à vontade de estar junto. “Eles podem ir a um restaurante caro e ser chato ou só tomar um sorvete e se divertirem muito”, completa.


Não olhe para os outros
 
Dar atenção para outra pessoa durante um encontro é das coisas mais desagradáveis que alguém pode fazer. Olhar em volta demais ou parar os olhos naquele homem lindo que passou pela porta só te faz perder pontos. Tenha foco e mantenha a atenção em quem realmente interessa.


Não fique falando sobre o "ex".

No primeiro encontro, o foco deve ser a nova companhia – e não o passado! Mencionar relacionamentos anteriores no meio de alguma conversa não é de todo ruim, até demonstra experiência. Porém, não é recomendável ficar descrevendo o ex-namorado, os problemas que ele tinha ou reclamar que os homens não prestam! Esqueça os rancores ou desabafos nesse momento.



fonte: http://delas.ig.com.br/amoresexo/guia-da-paquera-o-que-nao-fazer-no-primeiro-encontro/n1597026954379.html

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Principais erros nos relacionamentos!

Nem todo amor do mundo basta para manter um relacionamento. É preciso também ter respeito, paciência e saber aceitar as diferenças dos parceiros. Mas a vontade de fazer dar certo e de construir uma relação duradoura faz com que muitas mulheres, mesmo com as melhores intenções, ajam de forma impulsiva e acabem tendo um resultado contrário ao esperado, prejudicando a relação e às vezes até fazendo com que ela chegue ao fim. 

“É preciso que homens e mulheres vivam relações de trocas, parcerias e de tolerância as diferenças. Relações mais imaturas são baseadas em competição, poder x submissão, força x fraqueza e esses comportamentos são motivo de afastamento de ambos os parceiros pois produzem relações hierarquicamente desniveladas”, explica a psicóloga Cristiane Pertusi.

Ela diz que uma das principais atitudes que as mulheres fazem errado na relação é se casar rápido demais a apaixonada demais, sem ter tipo tempo para uma convivência maior com o namorado. "Vejo que muita gente se casa sem ter claro se a escolha do parceiro é boa, se há compatibilidade de estilos para convivência… O que importa  é casar. A escolha é feita no momento de muita idealização e simbiose da relação", diz. 

Isso acontece porque, ainda hoje, a sociedade vê o casamento como uma necessidade, especialmente para as mulheres. "Às vezes existe certo status em dizer que se casou, que não ficou 'para titia’. Mesmo que tenha ficado casada por pouco tempo, pois o status de ser separada é melhor e mais confortante internamente do que ser ‘solteirona’", afirma. 

A facilidade com que as pessoas se separam também é um erro, já que leva muita gente a se casar acreditando que, se não der certo, basta se separar. "É quase como se o casamento fosse o objetivo final e não o começo. Isso resulta em períodos de casamento com tempo 'relâmpago’", diz. 

Ela diz que, para casar, é preciso refletir sobre seu estilo, seus costumes e sobre a capacidade de compartilhar, dividir e partilhar ideias e posturas diárias, pensar que o casamento é o começo de uma vida a dois, de um trilhar juntos que requer tolerâncias às diferenças e ao desejo do outro. "A chave para relacionamentos duradouros é maturidade emocional de seus parceiros. E quando houver crises no casamento, que ambos tenham motivação para superar juntos". 


A psicóloga destaca ainda a importância de a mulher ter independência profissional e financeira, mas se não souber lidar com essa autonomia e dosar a liberdade, pode ser um fator de dificuldade para manter uma relação afetiva. "Para poder relacionar-se com outra pessoa é preciso saber estar junto com certo grau de equilíbrio, onde ambos permitem-se brilhar, ora um tem  prioridade ora o outro… E esse movimento emocional requer certo grau de maturidade e disponibilidade interna emocional de ambos", diz.



fonte:http://www.bolsademulher.com/amor/erros-que-acabam-com-os-relacionamentos

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

10 dicas para vencer a preguiça e começar a fazer ginástica!

                             

Por que é tão difícil vencer a preguiça e começar a praticar atividades físicas? "A natureza humana tem a tendência de repetir os velhos hábitos e de resistir aos novos", explica a psicóloga comportamental Olga Tessari.

O que fazer, então? "São necessários no mínimo seis meses para que uma nova rotina vire um hábito consolidado. Enquanto isso, é preciso persistir, mesmo sem vontade", diz o psicólogo esportivo Rodrigo Scialfa. No fundo, a gente sabe disso, né? Mas não desanime. Você não precisa se conformar se alguma vez já fracassou ao tentar incorporar exercícios físicos ao seu dia a dia. Os psicólogos Olga e Rodrigo ensinam dez truques para fazer sua mente trabalhar a seu favor na batalha contra o sedentarismo.

Dicas dos psicólogos

1. Tenha um diário
Registre suas metas e sua evolução nas atividades físicas em um diário de papel, em um blog ou nas redes sociais. Compartilhar seus objetivos ajuda a não desistir deles e dá motivação nas horas difíceis.

2. Inspire-se em alguém
Cole na sua geladeira uma foto de corpo inteiro de uma mulher com quem você quer ficar parecida ou até um retrato seu do passado. Diga para você mesma que quer ser igual a ela.

3. Comece devagar
Nos primeiros dias de exercício, o corpo vai ficar dolorido. A dorzinha passa logo, mas pode ser o suficiente para desmotivá-la. "Para começar, meia hora por dia, duas vezes por semana, está ótimo", ensina a personal trainer Camila Lopes.

4. Crie metas realistas
Emagrecer 30 kg ou ter a barriguinha seca da Claudia Leitte são metas impossíveis a curto prazo. Mantenha o objetivo de longo prazo em mente, mas crie metas mais imediatas, como eliminar 1 kg ou perder 1 cm de barriga em algumas semanas.

5. Ganhe recompensas
Após cada meta superada, estabeleça um prêmio (que não seja comida). Pode ser uma roupa nova, um perfume, um passeio ou algo que deixe você realizada e motivada para continuar perseguindo suas metas. Todo mundo precisa de motivação.

6. Encaixe o exercício físico na sua rotina
Se ama ver novela, não adianta fazer exercícios nesse horário. É mais fácil adquirir um hábito novo quando ele se encaixa no seu dia a dia. Se vai entrar numa academia, escolha uma perto da sua casa ou do trabalho.

7. Tenha uma "calça de referência"
Se você quer emagrecer ou afinar a cintura, acostume-se a provar toda semana a mesma calça. É mais fácil perceber as pequenas mudanças no seu corpo assim do que se olhando no espelho.

8. Exercite-se com prazer
Há dezenas de opções além de esteira, bicicleta e musculação: aulas de dança, caminhada, artes marciais, ioga, hidroginástica, capoeira, esportes coletivos... Mas, se após duas semanas ela continuar sendo um fardo, é hora de mudar para algo mais divertido. O importante é se sentir bem.

9. Procure companhia
Acompanhadas de alguém de quem gostamos, o tempo de exercício passa mais rápido e há mais estímulo para continuar. Se você não tem companhia, faça amigos na academia.

10. Pare de se sabotar

É comum deixar de fazer exercício em um dia e desistir de fazer no outro também. Pensamentos como "não cumpro nada do que prometo" seguidos de um sentimento de fracasso são típicos da autossabotagem. Se você deixar de fazer o exercício um dia, retome e siga em frente!


fonte: http://mdemulher.abril.com.br/dieta/soueu/10-dicas-para-vencer-a-preguica-e-comecar-a-fazer-ginastica