quarta-feira, 29 de julho de 2015

Ciúme faz bem?

Ciúme faz bem?

Entrevista cedida pela psicóloga Alessandra Torres para Jornalismo Nós Mulheres
(igual que diana respondeu)
Ciúmes faz bem?
1- Como identificar se o ciúmes está afetando a relação?
O ciúmes existe em uma forma universal. Todo mundo tem ciúmes já que o mesmo tem a ver com um sentimento de preservação de algo. O ciúmes é uma reação despertada por uma ameaça percebida – real ou imaginária- de perda do parceiro ou perda do seu  afeto e/ou atenção.
Para algumas pessoas a relação tem que ter um pouco de ciúmes, pois é um sinal de que há amor, zelo pelo relacionamento e a sua ausência é sinal de falta de amor, de falta de interesse pelo relacionamento.
Devemos tomar cuidado para distinguir o ciúmes normal do ciúmes patológico. O normal decorre de uma ameaça real de perda, de traição, enquanto o ciúmes patológico se baseia em evidencias fictícias, ou seja, mesmo sem nenhuma ameaça real.
O ciúmes afeta a relação quando ele está excessivo e quando não há motivos reais para tê-lo, isso causa um desgaste na relação, pois as suspeitas do uma pessoas são infundadas para a outra.
A perda da individualidade do casal, da vida social de ambos ou de uma das partes são indícios que o ciúme existe e que está afetando a relação. Com o decorrer do tempo, há a possibilidade de ocorrer um desgaste entre o casal, pois eles passam a não se reconhecerem como pessoas individuais, passam a maior parte do tempo juntos não reconhecendo as suas próprias vontades.
Esse modo de viver do casal ocorre por alguns motivos: porque o parceiro tem ciúme e o outro para não contrariar topa deixar de fazer o que fazia;  também porque o parceiro já teve uma história de traição ou já deu motivos de desconfiança, ou no caso do ciúme irreal, o ciumento tem uma insegurança e uma estima baixa acarretando na anulação da vida particular de ambos.
Os comportamentos que a pessoa com ciúmes real ou irreal tem como questionar saídas, inspecionar roupas, carteira, seguir o parceiro e sempre demonstrar desconfiança são sinais que o ciúmes está em excesso tendo consequências negativas como brigas, perda do desejo sexual afastamento progressivo do casal e separação .
2- O ciúmes faz bem a relação? Por quê?
O ciúmes pode significar um estado de preservação de algo que se tem, deseja e tem medo de perder. Esse medo de perder faz com que agimos de modo a controlar para que não possamos perder de vista, para sempre ver o que está acontecendo. Quando há uma queixa de ciúmes em um relacionamento isto quer dizer que o ciumento não apenas sente o ciúmes, ele age em função desse sentimento. Age de uma maneira impulsiva e então há um problema.
O ciúmes é um sentimento e sentimentos são feitos para sentir e é benéfico quando trazem algo de produtivo para a relação, mas nem sempre isso acontece. O ciumento nem sempre tem esse limite e então há um problema, fazendo com que o ciúmes não seja bom.
Dessa maneira, o ciúmes não é saudável, o que é faz bem para uma relação é o zelo, a preocupação e o respeito entre o casal. Conseguir ver  que a pessoas que está ao seu lado tem o entendimento das necessidade e de suas individualidade proporciona um sentimento de bem estar, de sentir-se amado e protegido pelo outro.
O medo de perder apenas existe se o relacionamento do casal não está bem, ou se alguém não dá o seu cem por cento que acha que deveria dar para a pessoa que escolheu estar junto.
Não é necessário ter ciúmes para provar nem para sentir que ama ou que é amado pelo parceiro, ter ciúmes é se comportar de acordo com o medo de perder e isto no caso do relacionamento sempre acabará em privação, insatisfação e brigas.
3- Quais as dicas pra quem tem ciúmes excessivo mudar e tornar a relação mais saudável?
O ciúmes existe, a questão é como você se comporta diante desse sentimento. Se você sente ciúmes e tem algumas reações como aperto no peito, palpitação e imaginação de traição ou algo do gênero o ciúmes está de uma maneira exagerada.
Observar as reações do seu parceiro, conversar para saber  se esse sentimento dentro de você tem fundamento, é uma dica para tentar resolver uma situação que ocorre e que  de repente  a outra pessoa nem imagina. Juntos de uma maneira sensata e coerente o diálogo e o respeito fazem com que a situação se esclareça tornando a relação saudável evitando brigas e interrogatórios desnecessários. Mostrando dessa forma para seu parceiro que se preocupa com a relação e que confia nele e sente segurança para conversar sobre o incômodo que está sentindo sem desgastar o relacionamento.
4- Há algum tipo de tratamento para quem tem ciúmes em excesso?
Se além da observação e dos diálogos com o parceiro esse ciúme se tornar um sofrimento, prejudicial para o casal é importante a conscientização de ajuda terapêutica. A terapia configura para a pessoa que sente o ciúmes e/ou para o casal com métodos de aumento da auto –estima, melhorando as relações interpessoais e as habilidades sociais do parceiro. Em caso de excessos, o trabalho vai em direção aos pensamentos obsessivos de traição e de posse do ciumentos podendo ocorrer o manejo de remédios psiquiátricos.

Entrevista cedida  para Jornalismo Nós Mulheres

 

1- Como identificar se o ciúme está afetando a relação?

Psicóloga : O ciúme existe em uma forma universal. Todo mundo tem ciúme já que o mesmo tem a ver com um sentimento de preservação de algo. O ciúmes é uma reação despertada por uma ameaça percebida – real ou imaginária- de perda do parceiro ou perda do seu  afeto e/ou atenção.
Para algumas pessoas a relação tem que ter um pouco de ciúme, pois é um sinal de que há amor, zelo pelo relacionamento e a sua ausência é sinal de falta de amor, de falta de interesse pelo relacionamento.
Devemos tomar cuidado para distinguir o ciúmes normal do ciúmes patológico. O normal decorre de uma ameaça real de perda, de traição, enquanto o ciúmes patológico se baseia em evidencias fictícias, ou seja, mesmo sem nenhuma ameaça real.
O ciúmes afeta a relação quando ele está excessivo e quando não há motivos reais para tê-lo, isso causa um desgaste na relação, pois as suspeitas do uma pessoas são infundadas para a outra.
A perda da individualidade do casal, da vida social de ambos ou de uma das partes são indícios que o ciúme existe e que está afetando a relação. Com o decorrer do tempo, há a possibilidade de ocorrer um desgaste entre o casal, pois eles passam a não se reconhecerem como pessoas individuais, passam a maior parte do tempo juntos não reconhecendo as suas próprias vontades.
Esse modo de viver do casal ocorre por alguns motivos: porque o parceiro tem ciúme e o outro para não contrariar topa deixar de fazer o que fazia;  também porque o parceiro já teve uma história de traição ou já deu motivos de desconfiança, ou no caso do ciúme irreal, o ciumento tem uma insegurança e uma estima baixa acarretando na anulação da vida particular de ambos.
Os comportamentos que a pessoa com ciúmes real ou irreal tem como questionar saídas, inspecionar roupas, carteira, seguir o parceiro e sempre demonstrar desconfiança são sinais que o ciúmes está em excesso tendo consequências negativas como brigas, perda do desejo sexual afastamento progressivo do casal e separação .

2- O ciúmes faz bem a relação? Por quê?

Psicóloga : O ciúmes pode significar um estado de preservação de algo que se tem, deseja e tem medo de perder. Esse medo de perder faz com que agimos de modo a controlar para que não possamos perder de vista, para sempre ver o que está acontecendo. Quando há uma queixa de ciúmes em um relacionamento isto quer dizer que o ciumento não apenas sente o ciúmes, ele age em função desse sentimento. Age de uma maneira impulsiva e então há um problema.
O ciúmes é um sentimento e sentimentos são feitos para sentir e é benéfico quando trazem algo de produtivo para a relação, mas nem sempre isso acontece. O ciumento nem sempre tem esse limite e então há um problema, fazendo com que o ciúmes não seja bom.
Dessa maneira, o ciúmes não é saudável, o que é faz bem para uma relação é o zelo, a preocupação e o respeito entre o casal. Conseguir ver  que a pessoas que está ao seu lado tem o entendimento das necessidade e de suas individualidade proporciona um sentimento de bem estar, de sentir-se amado e protegido pelo outro.
O medo de perder apenas existe se o relacionamento do casal não está bem, ou se alguém não dá o seu cem por cento que acha que deveria dar para a pessoa que escolheu estar junto.
Não é necessário ter ciúmes para provar nem para sentir que ama ou que é amado pelo parceiro, ter ciúmes é se comportar de acordo com o medo de perder e isto no caso do relacionamento sempre acabará em privação, insatisfação e brigas.

3- Quais as dicas pra quem tem ciúmes excessivo mudar e tornar a relação mais saudável?

Psicóloga : O ciúmes existe, a questão é como você se comporta diante desse sentimento. Se você sente ciúmes e tem algumas reações como aperto no peito, palpitação e imaginação de traição ou algo do gênero o ciúmes está de uma maneira exagerada.
Observar as reações do seu parceiro, conversar para saber  se esse sentimento dentro de você tem fundamento, é uma dica para tentar resolver uma situação que ocorre e que  de repente  a outra pessoa nem imagina. Juntos de uma maneira sensata e coerente o diálogo e o respeito fazem com que a situação se esclareça tornando a relação saudável evitando brigas e interrogatórios desnecessários. Mostrando dessa forma para seu parceiro que se preocupa com a relação e que confia nele e sente segurança para conversar sobre o incômodo que está sentindo sem desgastar o relacionamento.

4- Há algum tipo de tratamento para quem tem ciúmes em excesso?

Psicóloga : Se além da observação e dos diálogos com o parceiro esse ciúme se tornar um sofrimento, prejudicial para o casal é importante a conscientização de ajuda terapêutica. A terapia configura para a pessoa que sente o ciúmes e/ou para o casal com métodos de aumento da auto –estima, melhorando as relações interpessoais e as habilidades sociais do parceiro. Em caso de excessos, o trabalho vai em direção aos pensamentos obsessivos de traição e de posse do ciumentos podendo ocorrer o manejo de remédios psiquiátricos.
Fonte: http://www.marisapsicologa.com.br/ciumes-faz-bem.html

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Você sabia que o vinho é um ótimo estimulante?



Que doses moderadas de vinho fazem bem à saúde, todo mundo já sabe. O que cientistas italianos descobriram no ano passado é que ele pode também aumentar o desejo sexual feminino!

 Segundo pesquisa feita na Universidade de Firenze, taças de vinho tinto melhoram a performance da mulher.Segundo a pesquisa, isso acontece por conta dos antioxidantes presentes na bebida, responsáveis por aumentar o fluxo sanguíneo no organismo. 

As 800 mulheres selecionadas, entre 18 e 50 anos e sexualmente saudáveis foram divididas em três grupos. Um deles consumia regularmente um ou dois copos de vinho tinto por dia. O outro grupo bebia menos de um copo de qualquer tipo de vinho ou bebida alcoólica. Um terceiro não bebia nada. As que bebiam mais de duas taças por dia foram eliminadas para não confundir tudo com excesso de álcool no corpo. Todas responderam um questionário e o primeiro grupo apresentou maior índice de desejo sexual do que o que não bebia.

 O estudo foi publicado no "Journal of Sexual Medicine" e os autores dizem que o resultado é mais surpreendente porque essas mulheres do primeiro grupo eram, em média, mais velhas que as outras, dando a entender que a bebida ajudaria mais ainda aquelas com desejo em baixa.

Fonte: Via Mulher

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Por que os homens traem? Um estudo garante que descobriu a resposta


Já ouvimos de tudo: que eles traem mais, que nós somos mais traidoras (mas sabemos disfarçar melhor) e agora, um novo estudo feito por pesquisadores da Universidade A&M do Texas, EUA, além de garantir que os homens traem mais que as mulheres, diz ter descoberto o que os faz pular a cerca: não conseguir controlar seus impulsos tão bem quanto nós.

Para chegar à conclusão, os cientistas perguntaram para homens e mulheres sobre momentos da vida em que se sentiram atraídos por outras pessoas que não o parceiro. O resultado? Os homens demonstraram ter um desejo maior por ter relações fora dos limites, mas ambos os sexos demonstraram que se controlam de forma semelhante.

O co-autor do estudo, Paul Eastwick, explicou ao site Refinery29, que apesar de controle masculino ser semelhante ao feminino, quando os homens não conseguem segurar os desejos os impulsos sexuais deles são bem mais fortes que os nossos. Por isso, acabam traindo mais.


M de Mulher

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Cautela na hora de encontrar pessoalmente alguém que conheceu pela internet!

Conheceu alguém através da internet? Saiba como marcar um encontro seguro!



A internet chegou facilitando a nossa vida em vários aspectos, tornando tudo mais simples e fácil. No plano sentimental ela contribui bastante, principalmente na hora de encontrar um novo amor, porém alguns cuidados devem ser tomados quando você quiser encontrar com alguém que conheceu através da web. Os cuidados são basicamente os mesmos que você tamaria se tivesse conhecido alguém numa balada, ou seja, aquela pessoa é totalmente desconhecida. Saiba como fazer para se sentir mais segura!

1 – Escolha para o encontro um lugar bem movimentado – Por mais que confie, desconfie e tome esse primeiro cuidado. Milhares de pessoas são enganadas pela internet e sabemos disso através de notícias. Portanto, vá com calma! Marque seu primeiro encontro em um lugar movimentado, como restaurante, cafeterias ou shoppings.

2 – Fale para seus amigos do encontro – Uma dica legal é pedir que um deles ligue para você no meio do encontro. Dessa forma a pessoa que estiver com você saberá que outras pessoas sabem do encontro, quaisquer que forem suas intenções.

3 – Sugira elementos de reconhecimento – Quando conhecemos alguém via internet devemos confiar desconfiando, quantos casos já ouvimos de pessoas que disseram ser uma coisa e na realidade eram totalmente diferentes. Use alguma coisa para que ele lhe identifique e peça que use algo da mesma forma.

4 – Não pegue carona – Se os dois moram na mesma cidade, não aceite ir ou voltar com a pessoa. Você não o conhece bem ainda. Vá ao encontro e volte sozinha e não dê carona, você terá tempo de conhecê-lo melhor.

5 – Evite romantismo – seja prática no início e evite romantismo, pois você pode se decepcionar e ver que aquele homem atraente com o qual você falava na internet não passa de um chato. Só conhecendo pessoalmente a pessoa que você saberá realmente quem ela é. Saiba que pessoalmente várias coisas podem lhe desagradar, tais como voz, modo de se vestir, hálito, jeito de ser, entre outros. Uma boa dica é programar algo curto, evite programar um dia inteiro. Se ela corresponder as suas expectativas, marque um outro encontro.

6 – Não conte detalhes de sua vida – Se é que já não fez isso pela internet. Evite confiar demais em amigos que fez pela internet, essa ideia vale também para quem você conheceu pela internet e vai se encontrar pessoalmente.

7 – Marque  o encontro durante o dia – Lógico que sair à noite é melhor, porém é mais cauteloso um encontro durante o dia. Lembre-se que será a primeira vez que encontrará a pessoa e a segurança deve ficar sempre em primeiro lugar.

Siga as dicas e seus encontros serão bem mais seguros!


fonte:http://www.dasmariasblog.com/post/204794/conheceu-alguem-atraves-da-internet-saiba-como-marcar-um-encontro-seguro

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Tati Zaqui é capa da Playboy de julho!

Ensaio ousadíssimo da estrela do funk chega às bancas e tablets na próxima terça-feira (7) e surpreende até a autora do hit ‘Parara-Ti-Bum’: “provei que não tenho limites”

 

sexta-feira, 10 de julho de 2015

O SEGREDO DE UM RELACIONAMENTO

Passamos a vida á procura de alguém com quem partilhar uma vida. E com o passar do tempo, quando encontramos essa pessoa, deixamos de fazer o que quer que seja para a manter do nosso lado. Ou porque não queremos mais sexo, ou porque ele não quer, ou porque temos menos tempo, ou porque temos muitos filhos, ou porque não temos nenhum. Ou porque deixamos de seduzir e manter acesa a paixão. 
 
O segredo para um bom relacionamento: manter acesa a chama. E não sentir que temos tudo como dado adquirido. Porque é o maior erro que se pode cometer. 
 
Não deixem que a relação caia na rotina. Fazer sempre o mesmo, dar sempre o mesmo, o que quer que seja. Parece que não mas é muito fácil alguém que ainda não tenha passado por isso, nos seduzir, nos cativar e convencer que é diferente. Resumindo, é muito fácil deixar-mo-nos cativar por outras pessoas quando a nossa relação está condenada. E a culpa acaba sempre por ser dos dois. Do que não tentou e do que se acomodou. Sim, são coisas diferentes. No fim todas as histórias de amor acabam por ser iguais. Há a réstia do amor, o pouco do respeito, a réstia de confiança e o nada de paixão.

Passamos á vida á procura de alguém com quem partilhar uma vida. Mas porque o fazemos para depois deixarmos de investir na felicidade, isso meus caros, ainda ninguém descobriu.  


Fonte:http://sexoecenas.blogspot.com.br/2015/06/o-segredo-de-um-relacionamento.html?zx=27ba4093da0a1520

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Conheça um pouco da história do Vênus Motel

Vênus Motel descreve sua história de sucesso como uma empresa reconhecida por sua ética e profissionalismo, permitindo ter um profundo entendimento das reais necessidades de criatividade, diversão e ousadia. Assegurando os mais elevados padrões de higiene, produtos e equipamentos de última geração.
As decorações das suítes seguem uma tendência clean com design moderno. Nenhuma delas é totalmente igual à outra e constantemente passam por inovações. Todas possuem: Ar-condicionado, Cama quadrada ou redonda, TV com canal erótico, Frigobar, Algemas, Cadeira erótica, garagem privativa, entre outros itens que completam os seus melhores momentos. 
A busca constante por melhorias, fez o Vênus Motel, pioneiro pela 9º vez consecutiva como Destaque do Ano, pela pesquisa de preferência e simpatia; realizada pela Empresa Maximu’s Eventos.
Estamos em uma das melhores localizações; dentro da cidade de Uberlândia, a 2 km do centro. Perto de você e fácil de chegar! Venha curtir seus melhores momentos em uma de nossas suítes. Oferecemos para sua total satisfação o máximo de conforto, segurança, descrição e requinte.


quarta-feira, 1 de julho de 2015

Alessandra Ambrósio é a capa da VIP de julho.

Uma das modelos mais lindas do mundo estampa a capa (e o recheio) da próxima edição da revista Vip, que chega às bancas e tablets nesta sexta-feira (03/07)