segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Dê um basta no ciúme e na desconfiança


ciúme quando controlado e na dose certa pode fazer bem ao casal, afinal quem ama cuida, zela e se importa com a relação, porém é preciso entender e diferenciar o ciúme saudável do doentio e a principal pista é quando o relacionamento já não está bem.
O ciúme doentio fatalmente deteriora qualquer relacionamento, gera um sentimento de medo diante a uma possível traição, por isso a possessividade é tão comum, passamos a agir como se outro fosse propriedade nossa e junto ao ciúme doentio aparecem outros sentimentos como ansiedade, raiva, depressão, insegurança, culpa, vergonha, uma necessidade em saber constantemente o que o parceiro está fazendo, onde está, com quem está, chegando ao ponto de segui-lo e vasculhar a agenda, bolso e celular em busca de algum indício de traição.
Algumas atitudes podem ajudá-la a controlar o ciúme, é importante sempre parar e refletir, observar se há realmente motivos concretos para o ciúme, por isso antes de despejar suas frustrações no outro, pare e pense, pois com a emoção a flor de pele geralmente falamos muitas bobagens, nos excedemos e passamos do limite.
Antes de cobrar explicações e brigar, converse com seu parceiro, é de extrema importância ouvir o que outro tem a falar, diga tudo o que pensa de forma franca, porém com tranquilidade, não tenha medo de mostrar-se insegurança.
Procure atividades prazerosas que não envolvam somente seu companheiro, busque diverti-se com suas amigas, por exemplo, e permita que seu companheiro tenha vida social também, afinal é impossível conviver com uma pessoa que nos mantém acuados o tempo todo.
Procure envolver-se em alguma atividade, pratique esporte, faça um curso, trabalhos voluntários ou artísticos, tudo é válido para que não fique focada em seu relacionamento vinte e quatro horas, alimentando o ciúme e a insegurança.
Não fique se comparando a outras mulheres, invista em você, use roupas bonitas, arrume o cabelo, lembre-se autoestima é tudo!
Não queira bancar a mãe, zelar, cuidar é querer bem, porém querer ser dona do outro é demais, sendo este um sinal evidente de insegurança e ciúme demasiado.
Dentro de um relacionamento confiança é à base de tudo, portanto, confie no seu parceiro, sempre que sentir-se insegurança ou com ciúme, converse com ele, exponha seus sentimentos sem medo, evitando brigas e desconfianças.
Antes de ficar alimentando o ciúme, observe-se e analise o real motivo para o que está sentindo, será que tem a ver com motivos reais ou são frustrações e inseguranças geradas por relacionamentos passados?
Não valorize demais a quem você ama, lembre-se que todos nós somos propensos a erros, todos nós temos defeitos e não se esqueça que a segurança que busca no outro, também existe em você.
Num relacionamento em que o ciúme impera ambos sofrem, pois o ciumento, devido a sua dor moral, atormenta o seu parceiro, protagonizando escândalos e até mesmo partindo para agressão, fique atento e antes de chegar a tal ponto é conveniente buscar ajuda médica, para avaliar se a relação está mesmo valendo à pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário