segunda-feira, 8 de abril de 2013

Preliminares quentes ajudam a deixar a relação mais prazerosa



Nada como preliminares caprichadas para esquentar a transa e deixar o casal a ponto de bala. Elas, que são o momento mais divertido da relação, envolvem brincadeiras, risadas, provocações e toques e são importantíssimas para garantir ainda mais prazer ao sexo.
Segundo a sexóloga Carla Cecarello, a preliminar beneficia tanto o homem quanto a mulher. “No caso do homem, ela baixa a ansiedade, permite que ele ‘dê um tempo’ e se controle melhor, percebendo mais facilmente suas sensações e evitando a ejaculação precoce. Já para a mulher, a preliminar permite que ela tenha tempo de se entregar, de se excitar e ficar bastante lubrificada, facilitando a penetração do pênis”, explica.
duração das preliminares varia de acordo com o casal, mas, segundo Carla, é a mulher quem será o termômetro para definir quando é hora de parar de brincar e partir para os “finalmentes”. “Na grande maioria das vezes, a mulher demora mais para se excitar. Ele precisa perceber se ela está envolvida”, aconselha.
Neste momento, a imaginação pode rolar solta: brinquedos, cremes, vendas, acessórios, brincadeiras, massagens, enfim, tudo o que trouxer maior excitação e entusiasmo para o casal é bem vindo. “Eles podem colocar uma música com suingue que remeta ao sexo sensual. Mas, se quiserem usar brinquedinhos como o vibrador, é bom conversarem antes para que não haja nenhum conflito”, alerta a sexóloga.


Dicas para elas
Para enlouquecer seu parceiro durante as preliminares, a sexóloga dá algumas orientações. “Acaricie diretamente o pênis e o saco escrotal. Eles também gostam de carinho na parte interna da coxa, virilha e costas, e alguns se excitam com estímulos no peito e mamilos”, diz.
Durante o sexo oral, não se esqueça de, simultaneamente, acariciar o saco escrotal. As mãos devem sempre estar presentes, ajudando nos movimentos e trazendo maior sensualidade. Outra manobra profundamente estimulante para eles é passar a língua em torno da glande (cabeça do pênis).
Já na hora da masturbação com as mãos, a dica é segurar o pênis com firmeza, e não com o punho “frouxo”. “Não é força, é ter um toque vigoroso”, descreve Carla. “E, do mesmo jeito que começou, termine”, aconselha.

Dica para eles
As mulheres são um pouco mais complicadas de agradar, e muito do prazer depende delas mesmas e do modo como se entregam à relação. Mas Carla ensina o caminho das pedras: “Elas gostam mais de carícias na altura do pescoço, na orelha, algumas nos seios e outras na parte interna das coxas, mas nunca de um toque direto na vagina. Para a mulher, não existe nada mais broxante do que o homem iniciar a preliminar introduzindo o dedo lá. Ela gosta de esperar um pouco para que isso aconteça”, ensina a sexóloga.
“O homem tem que ter uma boa pegada e estimular a sacanagem para que a mulher se sinta usada naquele momento: elas gostam disso”, garante. “Ao mesmo tempo, tem de ser paciente, romântico e delicado. Ele pode fazer uma massagem, elogiar e fazer carícias, o que ajuda consideravelmente a mulher a ter mais prazer”, completa. A partir do momento em que ela está bem excitada, ele pode acariciar o clitóris com as mãos ou língua, se perceber que ela está disposta ao sexo oral. Em outras palavras, o homem tem de estar atento o tempo todo para perceber se a mulher está envolvida e excitada e até que ponto pode ir com ela na cama.
Bolsa de Mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário