segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Eles também fingem: orgasmo e ejaculação não são a mesma coisa; entenda


Uma encenação bem feita por uma mulher pode enganar qualquer um! E essa é uma das maiores inquietações dos homens: eles são loucos para saber quando é que nós fingimos orgasmo. A má notícia é que não estamos completamente livres dessa preocupação: eles também podem fingir!
Isso porque, ao contrário do que a maioria pensa, o orgasmo e a ejaculação não são a mesma coisa. “O orgasmo é o ápice do prazer, que mexe com o organismo do homem, enquanto a ejaculação é o processo de expelir esperma. Eles vêm juntos, na maioria dos casos, mas são coisas distintas”, explica o urologista Dr. Orestes Mazzariol.
Segundo o especialista, esses casos são raros e podem ter diferentes causas. O homem que ejacula sem sentir prazer pode ter como causa motivos psicológicos – ele não consegue chegar ao orgasmo porque não está completamente envolvido e à vontade com o momento, seja por crenças religiosas ou pela própria formação sexual – ou orgânicos – alguns remédios podem causar isso, assim como doenças cerebrais, como Parkinson.
Já os homens que sentem prazer, mas não chegam a expelir o líquido pelo pênis, podem sofrer com doenças como diabetes. Também pode surgir o problema em quem toma medicação que pode promover esse risco ou já passou por uma cirurgia de próstata. No caso da diabetes ou da cirurgia, o caso não pode ser contornado.
Para as mulheres, não é muito fácil descobrir que o parceiro não gozou. Se ele fingir e for um bom ator, é quase certo que você vai cair. Mas existem alguns sinais para os quais você pode ficar atenta para saber se o homem realmente atingiu o ápice. É o que ensina o Dr. Mazzariol. “O orgasmo promove a liberação do sistema nervoso simpático, que libera adrenalina, dilata a pupila, promove arrepios pelo corpo e, o mais notável, aumenta a frequência cardíaca”.
Bolsa de Mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário